Rinoplastia


A Rinoplastia é a maior especialidade do Dr. Glauco Almeida. Graças a sua dupla formação (Cirurgia Plástica e Otorrinolaringologia), e na condição de membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia, possui grande experiência na realização deste procedimento, tendo realizado mais de 4000 (quatro mil) cirurgias de nariz nos últimos 20 anos.

O Dr. Glauco Almeida tem como filosofia que esta cirurgia é uma cirurgia única (por muitos considerada a cirurgia estética mais complexa), podendo ser realizada tanto por um otorrinolaringologista como por um cirurgião plástico, porém, o cirurgião deve ter a formação adequada para realizar a cirurgia completa.

Infelizmente, dentre todas as cirurgias plásticas, é na rinoplastia que os pacientes mais escutam histórias de resultados ruins, artificiais e de problemas respiratórios após sua realização. A rinoplastia realmente é a cirurgia mais “elaborada”, necessitando de um cirurgião plástico experiente e perfeccionista, e de preferência especialista neste procedimento.

 

Embora não exista a especialidade "rinoplastia" ou "rinologia", existem profissionais que se dedicam mais a determinado procedimento. As especialidades reconhecidas pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) para o tratamento cirúrgico (estético e funcional) do nariz são a otorrinolaringologia e a cirurgia plástica.

 

Cirurgia Endoscópica

A cirurgia endoscópica nasossinusal é uma forma relativamente nova de realizar a cirurgia da cavidade nasal e seios paranasais. Nesta cirurgia são utilizados endoscópios acoplados a micro câmeras (utilizamos as de fabricação alemã – marca STORZS), que permitem a manipulação das estruturas nasais de forma minuciosa e menos traumática, devido a fabulosa visualização proporcionada por esta tecnologia.

Esta técnica operatória possibilita o tratamento das rinossinusopatias e das causas de obstrução nasal, evitando em quase todos os casos a utilização dos terríveis tampões nasais do passado. Com muita freqüência realizamos a cirurgia da porção interna nasal associada a rinoplastia, proporcionando não somente a melhora estética, mas a melhora também da respiração e das sinusites.

Cirurgia Plástica do Nariz

Duração: 2 horas.

Anestesia: geral (preferencial) ou local + sedação.

Internamento: 24 horas.


Orientações Pré e Pós-operatórias:

  • Não utilize medicações contendo AAS ( Ácido Acetilsalicílico ) ou derivados por 2 semanas antes e 1 semana após a cirurgia do nariz.
  • Evite ainda o uso de vitamina E (mais que 600U/dia), vitamina C (mais que 1g/dia), Ginko Biloba, Arnika, Ginseng ou outras ervas medicinais por 1 semana antes da cirurgia.
  • Evite ainda o uso de qualquer medicação antinflamatória ( diclofenano, nimesulida, cetoprofeno, dentre outros ) por 1 semana antes da cirurgia.
  • Programar suas atividades sociais, domésticas ou escolares, de modo a não se tomar indispensável a terceiros, por um período de aproximadamente 7 dias.
  • Tenha repouso absoluto e inclusive evite baixar a cabeça nos 2 primeiros dias após a cirurgia.
  • Esforços físicos acentuados são permitidos somente após 30 dias.
  • Evite o sol por 2 meses. Após este período use filtro solar com FPS igual ou maior que 30.
  • No caso de cirurgias nasais apenas funcionais ( sem rinoplastia ), não há necessidade de evitar a exposição solar.
  • O curativo externo é removido por volta do 7º dia pós – operatório. Durante este período não retire, nem molhe o curativo.
  • Para limpar a pele da face use uma gaze com sabonete líquido.
  • Os cabelos podem ser lavados com a cabeça para cima ( tipo em salão de beleza ).
  • Serão prescritos antibióticos, antiinflamatórios e cuidados locais no pós – operatório.
  • Pode-se realizar a remoção de crostas hemáticas das entradas das narinas com cotonete e água oxigenada (10 vol) nos primeiros dias.
  • Lavagem nasal com soro fisiológico 0,9% deverá ser realizada durante todo o 1º mês, inicialmente pelo menos 6 vezes ao dia. Deve-se aspirar o soro pelo nariz e cuspir pela boca para a lavagem completa da cavidade nasal. Serão prescritas umas gotas nasais para serem utilizados após a lavagem nasal.
  • Apesar de não utilizarmos mais os antigos tampões nasais, a obstrução nasal é muito comum na 1º semana pós – operatória e é a queixa mais freqüente, podendo dificultar a lavagem nasal nos primeiros dias.
  • Pacientes portadores de enxaqueca, ou outras dores de cabeça freqüentes, estão susceptíveis a estas dores na 1º semana. Para estes pacientes serão prescritos medicações preventivas de enxaqueca e específicas para cada caso. (Não se esqueça de avisar o cirurgião plástico caso sinta dores de cabeça com freqüência).
  • Sangramentos discretos são comuns nos primeiros dias, principalmente no primeiro dia pós – operatório.
  • Sangramentos intensos são raros (cerca de 1% das cirurgias), mas podem ocorrer até que a parte interna de seu nariz esteja completamente cicatrizada ( por volta do 30º dia ). Avise seu médico imediatamente em caso de sangramento abundante.
  • A cicatrização da porção externa do nariz é demorada. Cerca de 70% do inchaço regridem nos três primeiros meses, porém, os 30% restantes demoram cerca de 1 a 2 anos.
  • Nas rinoplastias podem ocorrer equimoses nas pálpebras inferiores que regridem rapidamente ( cerca de 2 semanas ). É muito importante evitar o sol neste período.
  • A ponta do nariz freqüentemente fica dormente após a cirurgia. Não se preocupe, a sensibilidade retorna lentamente ao normal ao longo de alguns meses.
  • O uso de óculos é permitido após a retirada do curativo externo.
  • Veja mais sobre Rinoplastia - www.drglaucoalmeida.com.br

Tem alguma dúvida? Entre em contato conosco

Marcar Consulta